domingo, 14 de julho de 2013

O poema "Pelas mãos dos outros" é o grande vencedor do XV Pealo da Poesia Campeira



Aconteceu nesse final de Semana em Alegrete o XVº Pealo da Poesia Campeira, onde passaram pelo palco 11 belos poemas, que foram.

1-Cacimba dos meus Anseios - Delci dos Anjos- Alegrete
2-Cerca de Pedra- Gederson Fernandes- Alegrete
3-Imortais- André De Freitas- Santa Maria
4-Cavalo de Plástico- José Virgilio Leães- Santa Maria
5-Porque Não há Riso nas Fotografias- Paulo Ricardo Costa-Santa Maria
6-Quando Morre um Cemitério-Silvio Genro-Uruguaiana
7-Versos ao Bolicho Punhalada-Maxsoel Bastos De Freitas
8-Fidalgo Cusco Jaguará-Tulio Urach,Perisca Greco e Tucano Neto- Alegrete
9-Pedido ao Meu Pai- jorge Claudemir Soares-Uruguaiana
10- Pela Mão dos Outro - Maximiliano Alves Morais- Alegrete
11-Quando Um Índio Perde o Rumo - Luiz Lopes e Antonio Augusto Ferreira- Passo Fundo

Os premiados da noite foram:
Melhor instrumentista: Kayke Mello no Poema "Porque não há risos nas fotografias".
Melhor declamador: Liliana Cardoso no poema "Pelas mãos dos outros".
3º Lugar: Porque não há risos nas fotografias?
Autor: Paulo Ricardo Costa
Declamador: Fabrício Vargas
Amadrinhador: Kayke Mello

2º Lugar: Quando morre um cemitério.
Autor: Silvio Aymone Genro
Declamador: Ayrton Machado "Tio Ito"
Amadrinhador: Nelci Moralles


1º Lugar: Pelas mãos dos outros.
Autor: Maximiliano Alves de Moraes.
Declamador: Liliana Cardoso

Fonte : Paulo Ricardo Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário